quarta-feira, 3 de julho de 2013

Branqueamento de Capitais

Passear pela Internet é sempre uma aventura e, por vezes, dá para encontrar verdadeiras pérolas como esta que partilho com a foto abaixo...


Então não é que o INCI, o Instituto da Construção e do Imobiliário coloca como área de actividade a de "Branqueamento de Capitais". Mas que raio será isso?

É óbvio que o filme que fiz na minha cabecinha em torno deste achado não tinha nada a ver com a realidade mas digamos que é no mínimo suspeito ver tal coisa num site público...

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Ah e Tal Vou Criar um Site à Patrão...



Desde há algumas semanas, no âmbito do meu trabalho, tenho consultado sites de arquitectos e construtoras francesas e devo admitir que deparo-me com verdadeiras obras de arte e outras preciosidades. Reparo com muito agrado que as nossas empresas portuguesas, tão arduamente criticadas, estão bem posicionadas neste segmento.



De facto, criar um site objectivo, de fácil utilização e capaz de apresentar conteúdos de grande valor não é tarefa fácil, daí recorrermos a empresas especializadas na área. Porém, para aqueles destemidos que querem lançar-se na aventura de criar um site, por vezes “grátis” (obs: nunca é grátis), existem plataformas com templates de mais ou menos bom gosto que o utilizador só tem de preencher.



Dito isso, é importante frisar que independentemente da solução escolhida, e para evitar cometer asneiras é preciso algo que falta a muita gente: bom senso.



Nos links seguintes (link 1, link 2), poderão ver sites de profissionais na área da construção que achei brilhantes.

Observem os textos com atenção…

terça-feira, 4 de junho de 2013

Última Ceia ou Última Tainada???


Ao passear pelas belas ruas da Cidade dos Arcebispos, deparei-me com uma das muitas lojinhas que vende artigos religiosos e os meus olhos, quase de forma automática, focaram-se num objecto que me fascinou.

Todos nós conhecemos "A Última Ceia", o quadro de Leonardo da Vinci, e as suas diversas imitações e derivados que inundam e poluem as casas portuguesas. Porém, após ter visto este tal objecto cheguei à conclusão que o título tinha sido mal escolhido. Eu sugeria antes “A Última Tainada”...

Ora reparem na foto abaixo…
E agora, com mais atenção…


Convenhamos que a imagem apresentada não é de uma vulgar “ceia”.

Bem estou a ver que, cabe-me a mim abrir-vos os olhos. Então não dá para ver que aquela malta está toda fora? Não dá para ver que andam todos com os copos, a cair pro lado? Um já está a dormir no ombro de Jesus-Cristo, quase que dá para ver a baba a sair pela boca. O apóstolo do lado direito de Jesus já está como o aço. E o que dizer do nosso amigo ao lado do dorminhoco? Está que nem pode. O álcool que lhe subiu à cabeça era tanto que nem consegue aguentá-la firme, precisa de a segurar com as duas mãos.

Na minha terra, uma ceia é uma refeição leve, não há vinho e pessoas a cair pro lado mas, se nas vossas for assim, por favor convidem-me quando quiserem  e já agora, estou livre para dar aulas de catequese. Alguma coisa é só dizer :-)

sábado, 18 de maio de 2013

Altocalcifilia ou o Fetiche dos Saltos Altos



O que é a altocalcifilia? Designa-se assim a atracção sexual despertada em algumas pessoas pelos sapatos de salto alto. Os altocalcifílicos (são quase sempre homens) sentem prazer ao serem pisados ou quando chupam essa parte do calçado feminino.



Embora o prazer tenha a ver, em princípio, com a peça de vestuário (o salto deve ser alto para despertar a paixão), também surge associado à situação: verifica-se em geral, no contexto de relações sadomasoquistas.



De facto, as lojas onde os adeptos da dor voluntária e do domínio compram os seus apetrechos costumam incluir uma secção de sapatos especialmente concebidos para satisfazer a parafilia em questão.



Algumas teorias psicanalíticas procuram a sua origem na infância. O bebé que brinca sobre o tapete apenas se apercebe dos sapatos das pessoas que os rodeiam. Desse modo, transformam-se em símbolo de protecção.



Quando qualquer tipo de calçado provoca excitação, fala-se em “retifismo”.



In Super Interessante, Edição especial 2012/2013

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Aos meus amigos da SIC


Quem me conhece sabe que este tipo de título está carregadíssimo de ironia e hoje não vai ser excepção à regra.

Acabo de ver o jogo do Benfica com o Fenerbahçe e, independentemente do resultado e deixando de lado a minha cor clubística, confesso que fiquei chocado com os comentários que ouvi por parte da equipa da SIC. A verdade é que os meus amigos já me habituaram a muita barbaridade, comentários ridículos e inúteis mas acho que hoje, chegaram ao cúmulo da estupidez.

Refiro-me concretamente aos comentários dirigidos à equipa de arbitragem ao longo do jogo e particularmente durante a segunda parte. Quem viu o jogo percebeu que o homem de negro não esteve feliz mas, uma coisa é ter um desempenho aquém das expectativas, outra coisa é dizer que ele fez de propósito. Resumindo, houve dois comentários que achei absolutamente loucos.

A dada altura, um comentador declarou que o árbitro, por ser Francês, não queria assinalar decisões a favor do Benfica porque, como a França e Portugal andam à luta no ranking da UEFA (o que determina quantos clubes podem jogar nas competições europeias), então ele iria beneficiar o adversário para beneficiar os clubes Franceses. Isto é que é patriotismo...

Depois, um comentador também acrescentou o facto do Presidente da UEFA ser também Francês. Logo, conclui-se que o Michel Platini terá dado ordens ao árbitro para penalizar o Benfica. Ainda bem que houve um ilustre ser que salientou o facto do Presidente dos árbitros na Europa ser Espanhol...

Eu não percebo grande coisa de Direito mas eu até acho que isto tudo acaba por ser um caso de difamação mas, independentemente disso, não me parece que este tipo de comentários sejam oportunos. Que tal deixar estes comentários para o café da esquina?

Por isso, caríssimos amigos, façam um favor à Humanidade: antes de falar... Ia dizer para pensarem mas, acho que o melhor é mesmo estarem calados.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

As Mais Estranhas Proibições Sexuais - Proibido Viver em Pecado




Proibido Viver em Pecado


Se viver um romance no Mississipi, será melhor casar ou fazer as malas e trocar de estado. Desde 1972, os casais que decidem juntar os trapinhos e coabitar sem passar pelo altar podem enfrentar uma pena de prisão. De facto, se houver uma denúncia de que são amantes, podem ser investigados para comprovar se tiveram relações sexuais recentes.



Mississipi (Estados-Unidos) – Lei de 1972

Sanção: multa de 500 dólares ou seis meses de prisão

quarta-feira, 24 de abril de 2013

As Mais Estranhas Proibições Sexuais - Proibido Dar Beijos Dentro do Automóvel



Certas províncias italianas parecem ficar escandalizadas com o comportamento dos jovens que, perante a falta de um espaço privado onde demonstrar o seu afecto, dão asas à paixão no interior dos carros. A fim de garantir que não haja apertos dentro dos veículos, o autarca de Eboli resolveu que passavam a ser alvo de sanção “demonstrações efusivas de amor efectuadas de forma pública num automóvel”.

E lá se foi o mito do casal enlaçado num velho Fiat 500…

Eboli (Itália). Regulamento de 2008
Sanção: multa de 500 Euros

quarta-feira, 17 de abril de 2013

As Mais Estranhas Proibições Sexuais - Proibido Fazer Amor de Máscara



Mais um estado norte-americano: no Delaware, estão convencidos de que alguém que tapa o rosto tem segundas intenções. Por isso, a legislação estabelece que “qualquer pessoa com um disfarce que lhe tape a cara será automaticamente culpada de estar a cometer um delito”. Um balde de água fria para certas fantasias eróticas.

Na altura do carnaval ou de Halloween é que deve ser facturar!!!

Delaware (Estados Unidos). Lei de 1970
Sanção: de 1.000 a 10.000 dólares