terça-feira, 20 de outubro de 2009

(Ab)usos linguísticos

Existem expressões que, em qualquer língua, são usadas a torto e a direito e que ajudam muitas vezes os seus amantes a ligar um discurso (in)coerente. Nestes casos, estas expressões já não são usadas como simples expressões em si, mas antes como sinais de pontuação.

Em Português, destaco as expressões "tipo" e "é assim" que desempenham papeis similares aos dos conectores habitualmente utilizados na língua Portuguesa.

O mais engraçado é que estas duas "expressões" são também utilizadas sem nexo nenhum na língua Francesa. Assim, o nosso "tipo" tem como equivalente a palavra "genre", que é usada da mesma forma que o equivalente Português.

Por sua vez, a expressão "é assim" é usada incorrectamente em Francês, via uma tradução literal de alguns luso-descendentes que misturam tudo. O resultado é "c'est comme ça" que está gramaticalmente correcto mas incorrecto no seu uso.

Para além destas expressões, a língua Francesa tem outras que são usadas descaradamente e que, por ser tantas vezes usadas, irritam os ouvidos de quem gosta e de quem sabe usar este idioma correctamente.

Destaco aqui a expressão "à ce niveau là" que é (ab)usada por uma colega de trabalho que assimilou perfeitamente a expressão em si, mas não o seu uso. Assim, tal como no caso do "tipo" português, esta expressão serve de pontuação.

Mas não podia deixar de salientar o surgimento da expressão "à partir de là" que deu à luz graças aos futebolistas da selecção Francesa de futebol que, depois de descobrirem o que era falar à comunicação social, tiveram de encontrar um mecanismo linguístico para articular os seus diferentes discursos perante a Nação (só depois disso aprenderam a cantar o hino).

Pensam que sou um linguístico-maníaco? Nada disso... Este facto saltou à vista de muita gente. Até teve direito a um livro chamado... "A Partir de Là" inserido na colecção "Les Cahiers du Sport". Este livro diverte-se a enumerar os diferentes pontapés que deram os futebolistas na língua de Molière.

Eis o que os autores dizem da expressão "à partir de là":
"Expression-clé servant à enfoncer des portes ouvertes, indispensable au langage footballistique : sans elle, les joueurs ne parviendraient pas à aligner deux phrases de suite."
Exemplo:
« Oui je crois que bon, il faut remettre le contexte à sa place. À partir de là, on prend les matches les uns après les autres » (Laurent Blanc, actual treinador do Bordéus)."

Era apenas um devaneio socio-gramatical :-)

1 comentários:

Diário disse...

gostei do devaneio. :)