terça-feira, 20 de outubro de 2009

Google Earth aliado dos Ladrões

Título surpreendente, não é? Mas é verdade, o famoso programa do Google é usado pelos ladrões para cometer actos delituosos. Como? Muito simples, e vou usar um exemplo que ocorreu na Rússia para explicar.

Direcção Barvikha, um bairro chic de Moscovo onde o desporto local é construir mansões cada vez mais luxuosas e ter piscinas de dimensões olímpicas. Engraçado quando a imagem que temos dos magnatas russos é a de passar mais tempo em iates ou em casas de meninas. Nunca imaginei aqueles barrigudos conseguirem nadar de uma ponta à outra de uma piscina olímpica...

Acontece que as imagens destas mansões estão disponíveis no Google Earth, logo este programa possibilita aos ladrões de fazerem um reconhecimento prévio do terreno sem dar nas vistas graças às imagens satélite (tipo USA no Irak, mas desta vez em versão cirílica regada com Vodka). Assim, nas noites dos dias 21 e 22 de Maio, três homens equipados de óculos com visão nocturna introduziram-se na "casinha" de um deputado Russo onde roubaram jóias e 5000 euros.

Mas esta situação não ocorre apenas na Rússia. Mais perto de nós, em Inglaterra, este modus operandi também foi usado mas, desta vez, para roubar telhas de chumbo (meu Deus, quem rouba telhas de chumbo!?).

Estas situações preocupam bastante a opinião pública, nomeadamente na Alemanha e em Inglaterra por causa da função "Street View" do Google Earth que permite reconstruir uma cidade em 3D. Para conseguir criar estas réplicas virtuais, a Google mandou equipas no terreno para criar esta cartografia. virtual Ora, estas equipas nem sempre foram recebidas da melhor forma por parte dos habitantes de algumas localidades Inglesas e Alemãs. Estes consideram que a função "Street View" vai fazer com que a taxa de criminalidade dispare.

Neste contexto, algumas cidades em Inglaterra, no Japão e nos Estados-Unidos pediram para serem retiradas do "Street View". A União Europeia, por sua vez, pediu à Google para esconder as caras que foram fotografadas e as matriculas dos carros.

Enfim, já não instalo este ano uma piscina em casa, nem mesmo o campo polidesportivo que tanto desejava...

0 comentários: