quinta-feira, 1 de abril de 2010

Artista do Mês: David Fonseca

Após uma viagem pela Irlanda e de um voo directo para a Austrália, achei necessário fazer uma pequena pausa e regressar a casa, ao nosso querido cantinho. Há alguns anos atrás, não achava piada nenhuma à música Portuguesa que, na minha perspectiva, limitava-se a Amália Rodrigues, Quim Barreiros, e uns cantores Pimba. A tradicional visão do emigrante, não é verdade? Entretanto, e com quase 7 anos de vida em terras Lusitanas, percebi que não era bem o caso. Desconhecia por completo algumas das instituições musicais Portuguesas como os Xutos e Pontapés, os GNR, o Luís Represas, o Rui Veloso...

No espaço de algumas semanas, apercebi-me da riqueza que o nosso pequeno país escondia e ouvi muita música, ora cantada na língua de Camões, ora cantada na língua de Shakespeare. Gostei de alguns artistas, odiei outros, mas no meio disto tudo houve um cantor que se destacou dos demais. Ladies and Gentlemen, please welcome Mr. David Fonseca.

Trata-se, a meu ver, de um dos melhores artistas Portugueses do momento, tanto pelo seu trabalho em estúdio como pelos seus concertos. E acho que o público em geral apercebeu-se disso. Basta para isso observar os números das vendas dos diferentes álbuns e a quantidade de discos de ouro e de platina angariados desde 1998.

Mais do que a quantidade de discos vendidos, convém salientar a qualidade dos textos e das músicas que este artista apresenta ao público. Pessoalmente, acho que dá para ver que há um grande trabalho feito por trás, algo que também se reflecte nos vídeo clipes e nos seus concertos. Percebemos que este artista não deixa nada ao acaso e que o seu sucesso é totalmente merecido e não deve nada a programas de criação de artistas pré-montados como os que são produzidos nos Ídolos, Chuva de Estrelas, etc.

Falando de concertos agora, assisti a um durante uma recepção ao caloiro, em Guimarães. Gostei imenso! Adorei a postura, o dinamismo, a escolha das músicas, a imaginação e as surpresas que ele nos reserva. Desde então, nunca mais o vi... Ainda ponderei ir vê-lo ao Theatro Circo de Braga mas não deu. Fica para uma próxima vez!

As únicas críticas que posso fazer em relação ao David Fonseca seria, num primeiro momento, de quase nunca cantar em Português. Não que seja imprescindível mas, de vez em quando, sabe tão bem ouvir boa música na nossa própria língua. A segunda tem a ver com a sua internacionalização, pois acho os textos e as músicas terem qualidade suficiente para ser exportados. Pelo menos, os meus amigos estrangeiros que o ouviram gostaram dele. Seria muito bom para o nosso orgulho termos um cantor aclamado lá fora, tal como foi a Amália e como é, neste momento, a Mariza. Já agora David, que tal cantar um Fadinho?

Deixo-vos na companhia das minhas músicas preferidas na categoria Vídeos. Espero que gostem...


PS: Para quem tiver mais curiosidade, vejam os vídeos dele no festival Sudoeste. Vale a pena :-)

0 comentários: