terça-feira, 24 de maio de 2011

Fumar Mata

Não sou fumador, não gosto do cheiro a tabaco em geral e ainda menos quando este está entranhado na minha roupa. Contudo, odeio ouvir certos discursos, ideias parvas e frases feitas que circulam por aí.

Por exemplo, há algum tempo atrás li um artigo publicado numa revista séria dizendo que, segundo os entendidos, “um em cada dois fumadores morre”. Ou seja, segundo estes mesmos entendidos e na minha interpretação, os não fumadores são seres imortais e devem provavelmente andar por aí com espadas escondidas entre a roupa e a cortar cabeças uns aos outros…
 
Da mesma forma, não posso aceitar ver que ainda exista a menção “FUMAR MATA” nos maços de tabaco. Lamento mas esta afirmação é uma pura mentira... E, gramaticalmente, não sei até que ponto a frase está correcta, pois já li que o presente do indicativo exprime um facto que ocorre no momento em que se fala
. Ou seja, segundo esta lógica, mal se leva um cigarro à boca, o fumador morre, como quando uma mosca inala uma boa dose de Mafu... Isto pode provavelmente ser o caso se o fumador for uma pessoa com uma doença pulmonar em fase terminal mas pronto. “FUMAR PODE MATAR”, aí sim já concordo.

Mas a verdade é uma, se começarmos a entrar por esta onda, temos de aplicar esta regra a muitos outros casos. Afinal TUDO pode matar… Por exemplo, comer em excesso pode matar, certo? Mas garanto-vos que não comer também mata. Disso podem ter a certeza absoluta.

Logo, o verdadeiro slogan deveria ser o que diz uma T-shirt que um amigo me ofereceu: “VIVER MATA”. Filosoficamente bonito e óbvio... Lamento informar mas, mal nascemos, sabemos que corremos o risco de morrer mais tarde ou mais cedo, sejamos nós fumadores ou não.

Devaneio a parte: Fumar, para além de custar uma pipa de massa, prejudica a vossa saúde assim que a dos outros por isso não fumem ;-)

2 comentários:

Paul d.C. disse...

Muito bom de se ler =)

Cristóvão disse...

Ainda bem que agrada... Continuação de uma óptima visita no meu blog :-)