sexta-feira, 1 de julho de 2011

Artista do Mês: Jack Johnson

Quando chega o Verão, penso obrigatoriamente em sol, praia, alegria, bons momentos passados em família ou entre amigos e, claro, isto tudo com uma boa banda sonora a acompanhar. Logo, para este artista do mês, escolhi um cantor que só costumo ouvir nos dias em que o sol está bem presente. Estou a falar de Jack Johnson.

Jack Hody Johnson é claramente um cantor de Verão, daqueles que transmite energia positiva e boa disposição pela música que toca e pelos seus textos que nos levam para longe, muito longe, tipo Havai… Foi em 1975, em Honolulu, que este artista nasceu e cresceu iniciando uma promissora carreira de surfista profissional. Mas, infelizmente para ele, sofreu um acidente que o afastou desta modalidade e que o levou para a Califórnia para estudar a Sétima Arte. E é com esta mudança de ares que o filho do famoso Jeff Johnson começa a tocar música na banda chamada The Soil, a qual irá actuar nas primeiras parte de Dave Matthews Band em 1995. Nada mau para um começo…

Contudo, será preciso esperar 2001 e a ajuda do amigo Bem Harper para ver o primeiro álbum dele ser lançado Brushfire Fairytales e ser vendido a 1 milhão de exemplares nos Estados-Unidos. Forte deste sucesso, o segundo opus intitulado On and On aparece pouco tempo depois. A seguir, serão editados In Between Dreams, Sing-a-song & Lullabies, Sleep Through the Static, e To the Sea.

Destes vários álbuns, várias músicas mereceriam ser alvos de destaque mas decidi ficar pelas que mais gosto e que poderão ouvir/ver aqui ao lado.

O que mais me impressiona com este artista é o facto de ele não assumir o papel de estrela da música internacional. Na realidade, parece ser uma pessoa simples, acessível, humana… Basta ver que o álbum Sleep Through the Static foi inteiramente dedicado à família e aos seus amigos. Quem mais já alguma vez fez isto? Assim de imediato não me lembro. Depois há ainda a questão da ecologia, pois Jack Johnson está envolvido na protecção da natureza, sendo que o site dele apresenta uma plataforma de iniciativas destinadas a promover a ecologia. Só fica bem na fotografia…

Resumindo e concluindo, Jack Johnson é daqueles artistas que gostava poder ouvir ao conduzir um carro descapotável durante um passeio a beira-mar. Seria fantástico…

Se alguém tiver uma automóvel deste tipo, que me avise, eu levo a banda sonora e fazemos um passeio pela costa portuguesa este Verão :-)

Abraço

0 comentários: