quarta-feira, 24 de outubro de 2012

York



Durante a minha viagem a Londres, quis também conhecer outra cidade inglesa, uma que contrastasse com a loucura da capital. Na minha primeira viagem em terras da sua Majestade, aproveitei para visitar Oxford e a sua Universidade. Desta vez, optou-se por escolher uma cidade com traços medievais evidentes e cujo nome é muito conhecido por causa da sua irmã mais nova: York.

Para quem não conhecer, York é uma das cidades mais antigas de Inglaterra que, originalmente, foi construída pelos romanos chegando inclusive a ser capital deste Império.

Trata-se de uma pequena cidade que tem o seu "je ne sais quoi", antiga e charmosa. Quem andar por aquelas ruas vai reparar, com certeza, num aspecto bastante curioso. Trata-se do número de ourivesarias. Sinceramente, nunca vi tanta ourivesaria junta. Talvez exista algum motivo histórico para tal mas devo confessar a minha ignorância.

Outro aspecto muito curioso prende-se com a arquitectura das casas. Como se trata de uma cidade antiga e com um património bem conservado, as casas, embora apresentem um aspecto rústico, estão em excelente estado. Contudo, existem algumas que me deixaram perplexo e com algum receio. Digamos que não estou habituado a ver habitações com vigas tortas na fachada e ainda menos em encontrar um chão totalmente desnivelado dentro das casas.

 
Mas acho que o momento alto desta visita prende-se com a descoberta do National RailwayMuseum, o maior museu dedicado ao caminho-de-ferro no mundo. Há tempos falei da alegria que as crianças, e alguns adultos, exibem quando veem comboios. Pronto, naquele dia, eu fui um deles... Ainda não sei de onde vem este fascínio pelo caminho-de-ferro. Talvez por causa da minha vivência pessoal que me levou a ir de férias vários anos de comboio, talvez por se tratar de veículos imponentes... E em termos de imponência, digamos que fui particularmente bem servido durante aquela visita, pois deu para ver uma locomotiva que baptizei carinhosamente de: "The Beast". Só para terem noção do tamanho daquilo, vejam só a foto abaixo e reparem, por exemplo, no diâmetro das rodas e na altura do "anão" ao lado. Impressionante, não?


E agora que conheci a velha York, estou curioso e ansioso por conhecer a nova... New-York.

0 comentários: