quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Quinta da Cruz



Nunca fui um grande amante dos números. Sempre os achei demasiado impessoais… Principalmente quando estes servem para identificarem pessoas, como é o caso dos números de alunos na universidade ou ainda os números dos quartos que servem para identificar os hóspedes num hotel. Porém, no que diz respeito a este último ponto, dei há pouco tempo atrás o primeiro passo para nos reconciliarmos.

A Quinta da Cruz em Vila Meã (Amarante) recebeu-me no passado mês de Novembro e, desde o check-in até ao check-out, fiquei encantado com a minha estadia.


Pela primeira vez num hotel, a recepcionista acompanhou-me durante uma visita guiada às instalações da quinta, começando pelo quarto com terraço, o SPA, o espaço de convívio, a sala de bilhar, a sala de refeições, a piscina, o corte de ténis, etc.



Tudo foi feito para que me sentisse em casa durante esta estadia e o facto de me ter sido apresentado a gerente da quinta contribuiu imenso para passar óptimos momentos. É muito raro conhecermos alguém apaixonado pelo seu trabalho e que preza receber bem os seus hóspedes. Entre os diferentes miminhos, saliento por exemplo, um jantar realizado pela própria gerente ou ainda uma conversa informal sobre as origens da quinta e o seu restauro enquanto tomávamos um chá.


Resumindo, o fim-de-semana na Quinta da Cruz correu lindamente e recomendo este estabelecimento a todos, pois tenho a ser certeza absoluta que gostarão de serem tratados pelos vossos nomes…

0 comentários: